Blog

A grande pausa, poder coletivo ~ Semana de apoio à amamentação das mulheres negras

Esta semana foi criada nos Estados Unidos da América, mas já é celebrada no Brasil e no Reino Unido. Porquê? Nestes países existe uma taxa de mortalidade infantil maior entre os bebés de mulheres negras, comparando com os bebés de mulheres brancas. Nos Estados Unidos, a taxa de sucesso da amamentação nas mulheres negras é de 73%, nas mulheres brancas é de 86%, segundo o relatório do Centro de Controle de Doenças e Prevenção (CDC). No Reino Unido, segundo um questionário sobre a alimentação dos bebés em 2010, as mulheres negras tinham uma percentagem maior na iniciação da amamentação, comparando com as mulheres brancas (96%-79%), nas primeiras 6 semanas e […]

Posso dizer que não? O direito a recusar intervenções

As grávidas e parturientes têm “O direito à informação, ao consentimento informado, ou à RECUSA INFORMADA, e o respeito pelas suas escolhas e preferências” conforme dita a alínea a) do artigo 15.°-A da Lei 110/2019.Isto quer dizer que depois de ser informada a mulher tem direito a aceitar a intervenção ou a recusá-la. O profissional de saúde não deve informar a mulher tendo como objetivo final a obtenção de consentimento. A informação, ao ser dada, só tem o propósito de informar. Informar é uma ação neutra. Com essa informação, a mulher decide aceitar ou recusar a intervenção. E se recusar, não tem de ser dissuadida da sua decisão. É tão válido […]

No parto, como na vida

A vida, tal como o parto, é feita de escolhas. Muitas dessas escolhas implicam riscos. A vida, tal como o parto é imprevisível. A vida, tal como o parto, implica coragem. Na vida tal como no parto temos de ter a dose certa de planeamento, informação, flexibilidade e jogo de cintura para improvisar quando o que não esperávamos ou queríamos acontece. Mas como escolher? E o que escolher? Quem sou eu para opinar dos riscos das minhas escolhas? Na verdade se pensares bem, estás até bastante bem posicionada para saberes o que te faz sentido, de acordo com o que diz a evidência, o que te dita a tua consciência, […]

Quanto vale o teu consentimento?

Quando comecei a terapia com a Vera, estava num lugar escuro. A minha filha tinha nascido há dois meses, perfeitinha, com os dedinhos todos, mas eu não me sentia capaz de ser sua mãe. Navegava os dias entre a ansiedade de que alguma coisa lhe pudesse acontecer e a apatia total, uma falta de vontade para fazer fosse o que fosse. E a culpa desta situação era minha. Não me tinha preparado para o que ia ser o parto e, por isso, não soube o meu corpo imperfeito, de meia mulher, sequer parir uma criança. Os médicos, coitados, fizeram o que puderam, cortaram, forçaram, coseram, e ela cá está, saudável […]

Tomar decisões por outro adulto

Hoje em dia é proibida a venda de tabaco e bebida alcoólica a menores, até aqui todos podemos concordar, ou até concordamos de todo. Estamos a tomar decisões por eles, mas é uma boa causa e confiamos todos que será pela saúde das nossas crianças e adolescentes. No entanto, vamos fazer um outro exercício: poderemos nós ou qualquer pessoa recusar vender um chocolate a uma pessoa adulta obesa? Saberemos nós o melhor para o outro só porque achamos que sim? Saberemos nós melhor que a própria pessoa o que será melhor para ela? Então o que é que nos dá o direito de querer decidir o que é melhor para uma […]